Thursday, February 26, 2015

Veggie Couscous enriquecido com Sementes

 
Ainda em terras lusas decidi recorrer a uma pequena empresa portuguesa que se dedica à comercialização de pequenas preciosidades para os adeptos da comida saudável, grãos, sementes e cereais, a Sementina.

Fiz-lhes uma encomenda de sementes de sésamo, linhaça, chia, abóbora, trigo sarraceno, flocos de aveia e bagas goji. O atendimento via email foi fantástico e o processo pagamento-entrega muito célere. Em menos de 48horas tinha a minha encomenda em casa. E os preços…muito competitivos, nada exagerados.

Resolvi então usar de imediato algumas das sementes e fiz este simples couscous vegetariano que se pode servir como acompanhamento de uma carne, peixe ou ovo (cozido ou escalfado) ou sozinho apenas com um queijinho (fresco, requeijão, de cabra, halloumi).

Em vez de couscous poderíamos usar Quinoa ou mesmo o Trigo Sarraceno (cozinhar conformo as instruções das embalagens) e deste modo aumentar ainda mais o valor nutritivo da nossa refeição.

Mais uma das minhas simples, rápidas e nutritivas receitas que as crianças a partir de 12 meses já podem consumir (consoante o número de dentes. Apenas ter cuidado com as sementes, talvez seja melhor que sejam moídas para ajudar na mastigação e digestão).

Dá para preparar com antecedência, numa grande taça, colocar no frio e durante a semana servirá de almoço para levar para o trabalho ou escola.

 
 
Ingredientes (2 pessoas –como refeição principal)
 
- 1/2 cup Couscous
- 1 cebola roxa, picada
-2 tomates médios, picados sem sementes
-1 dente de alho
- 1 cenoura média, cortada em cubinhos
-1/2 courgette, cortada em cubinhos
-1/2 cup ervilhas
- 8 cogumelos paris, laminados
-sal, pimenta-preta q.b.
- tomilho, a gosto
- ½ mix de sementes (sésamo, abóbora e chia)

Preparação.
 
Começar por descongelar e dar uma fervura de 3minutos nas ervilhas. Reservar.
 
Colocar o couscous numa taça ou prato fundo, cobrir com água bem quente, tapar com película aderente e deixar que este a absorva por 5 minutos. Depois com um garfo soltar o couscous.
 
Enquanto estes 5 minutos rolam:

Começar por saltear a cebola num sauté/frigideira com um fio de azeite, juntar o dente de alho (com casca).
 
Temperar com um pouco de sal para que a cebola liberte alguma da sua água.
 
Assim que loirinha, adicionar a cenoura e a courgete e deixar saltear por uns 3 minutos (lume médio).
 
Aumenta-se agora o fogo e saltam os cogumelos para o sauté.
 
2 minutos depois, o tomate e as ervilhas. Temperar com sal, pimenta-preta e o tomilho (seco ou fresco).
 
Colocar este mix numa taça.
 
No mesmo sauté, em fogo médio, colocar 2 das 3 tipos de  sementes as de abóbora e sésamo para que estas libertem os seus óleos essenciais (3minutos).
 
Na taça dos vegetais adicionar o couscous, envolver tudo muito bem e colocar as sementes por cima.


 

Tuesday, February 24, 2015

Overnight, no-cook Oatmeal with fresh fruit, nuts and other Super Foods

I start by apologizing for the shortage of publications both here on the blog as on Facebook and Instagram. However, I´m Portugal and i don't have my computer, therefore the scenic and time are not the same as when we are in our kitchen where we are familiar with the corners and the production of recipes (and postage) is higher.

Now, a few days ago I posted on social networks some of these photos here also shown, my tip for breakfast or even a snack for our children.

This idea is popular in the USA, where is known as Overnight Oatmeal .
This then is the basis of my meal tip, oats, but then may come a few more ingredients of extreme nutritional value that help our little ones by starting the day with the right energy.

I do this type of jars (yes, I use jars of jams, olives, pesto sauce jars etc. - that i wash and keep) almost every week, I keep them in the refrigerator up to 5 days and  I don't have to worry about Edu`s breakfast or snacks  during the week days.

I should say that this type of meal is also well suited for us adults.

Just assemble it by layers, placing first the oatmeal base and then the different garnishes.

Here it is some of my tips for different combinations:

Oatmeal Base:
2tbsp - Rolled Oats
4tbsp - Almond milk (or cows)
2 to 3 tbsp - Natural yogurt
1tbsp - Chopped nuts (walnuts, almonds, Brazilian nuts and / or pistachios)

Garnishes:
(The fruit should be cut in the most appropriate size for the child's age)

1tbsp - Ground Flax seed
2 to 3tbsp - Mango and dates

1tbsp - Chia seeds
2 to 3tbsp -  Pineapple
1tbsp -  Dehydrated coconut (no sugar added)

1tbsp - Sunflower and pumpkin seeds
3 Dried apricots
2tbsp -  Pear

1tbsp - ground flax seed
2 tbsp - strawberries and raspberries

1 tbsp - Chia seeds
2 tbsp - Papaya
1 tbsp - Dehydrated coconut

Monday, February 23, 2015

Nutritivos frasquinhos para um Pequeno-Almoço que se quer reforçado.


Começo por pedir desculpas pela escassa publicação tanto aqui no blog como no Facebook e Instagram, mas encontro-me em Portugal e os meios técnicos (computador) , cénicos e o tempo não são os mesmo de quando estamos na nossa cozinha onde conhecemos os cantos à casa e a produção de receitas e postagem é maior.

Ora bem, há uns dias atrás postei nas redes sociais algumas das fotos que aqui também mostro, a minha dica para os pequenos-almoços dos mais pequenos ou mesmo lanches.

Esta ideia está muito em voga nos EUA, aquilo que se designa de Overnight Oatmeal o que traduzido à letra dá qualquer coisa como aveia de véspera ou de um dia para o outro.


Esta é então a base desta minha dica de refeição, a aveia, mas depois podem vir mais uns quantos ingredientes de extrema riqueza nutricional que ajudam os nossos pequenos a começarem o dia com a energia correta.




Eu faço este tipo de frasquinhos (sim eu uso frascos de compotas, de azeitonas, molho pesto, etc - que lavo e guardo) quase todas as semanas, guardo no frigorifico e durante 5 dias não tenho de me preocupar com os pequenos-almoços ou lanches do Edu.

Devo dizer que este tipo de refeição é também bem apropriada para nós adultos. Eu delicio-me com um destes frasquinhos no meu lanche da tarde e quando tenho de sair, coloco numa bolsa térmica e vou preparada para o que vier (sem passar fome ou comer porcarias).

 


 
Faço então a montagem por camas, colocando a Base primeiro e depois as diferentes guarnições (convém pensar-se nestas antes de sairmos para irmos ao supermercado).

Aqui vão então as minhas dicas para combinações diferentes:

Base da Aveia:
2c.s. Flocos de Aveia
4c.s. Leite Amêndoa (ou de vaca)
2 a 3 c.s. Iogurte Natural
1c.s. frutos secos picadinhos (nozes, amêndoas, castanhas do Pará e/ou pistachios)

Guarnições:
(as frutas devem ser cortadas do tamanho mais adequado à idade da criança a quem será oferecida )
 
1c.s. Linhaça moída
2 a 3c.s. de manga e tâmaras secas

1c.s. sementes de Chia
2 a 3c.s.abacaxi
1c.s. coco desidratado (sem adição de açúcar)

1c.s. sementes de Girassol e Abóbora
3 damascos secos
2c.s. pêra

1c.s. linhaça moída
2 c.s. morangos e framboesas

1 c.s. sementes de Chia
2 c.s. papaya
1 c.s. coco desidratado
 
Estas foram as minhas sugestões, não precisa de fazê-las todas numa única semana, mas lembrem-se que é na variedade de alimentos e nutrientes que está a chave para que os nossos filhos cresçam longe de médicos e medicamentos :-)


Monday, February 16, 2015

Alimentos Funcionais/Super Food - Linhaça



Neste post falei um pouco do que são alimentos funcionais e da importância de os adicionar â nossa rotina alimentar, certo? Pois bem, hoje escrevo um pouco mais sobre a linhaça.
 
 
 
A linhaça é uma das culturas mais antigas do mundo, conhecida por ter sido cultivada no antigo Egito e China.


• Linhaça é uma rica fonte de micronutrientes, fibras, magnésio, zinco, ferro, vitamina B1, B2, C e E, e ômega-3 e 6.


• Pesquisas têm encontrado evidências que sugerem que a linhaça pode ajudar a reduzir o risco de diabetes e doenças cardiovasculares e pode ter um efeito protetor contra o cancro de mama, próstata e do cólon, uma vez que tendo na sua composição ácidos-gordos como o Ómega 3 que previne o crescimento de células malignas.

Podemos encontrar a Linhaça em quatro formas diferentes para consumo:

- Linhaça Moída: E nós podemos adicioná-la a sumos, iogurte e frutas, batidos, panquecas ou crepes, etc, Sob esta forma é muito melhor absorvida pelo nosso organismo.

- Grãos: Não é digerida no intestino, e torna-se uma barreira à absorção dos nutrientes.

- Óleo de linhaça: não pode ser aquecido ou perde as suas propriedade.
Quando este óleo está frio, torna-se uma boa opção e pode ser usado em preparações como molho para saladas.

Thursday, February 12, 2015

Uma Nova Cara e um Novo Propósito

Olá,

Chamo-me Joana, chef de profissão, amante de tudo o que esteja relacionado com Nutrição e também uma jovem mãe. Tendo estudado Cozinha & Restauração, viajado e trabalhado em bons restaurantes e hotéis, quando o meu filho nasceu, comecei a prestar mais atenção à oferta da indústria alimentar destinada aos mais pequenos. Foi com surpresa, e algum pesar, que me deparei com a falta de produtos, no meu entender, adequados a uma dieta saudável e equilibrada nesta fase da vida.

Resolvi deitar mãos à obra e colocar a minha experiência enquanto chef, e a paixão pela cozinha e Nutrição, em ação e criar eu própria refeições saborosas e equilibradas que contribuíssem para o saudável crescimento do meu filho e o mantivessem interessado. Acredito poder dizer que tenho feito um bom trabalho dado que sou a mãe orgulhosa de um rapaz ativo, pleno de saúde e energia e nada tímido.

Muitos dos produtos à venda no mercado são alimentos processados, pobres em nutrientes e pouco variados ( e o mesmo acontece nos Menus para Crianças de muitos restaurantes).

Pessoalmente, acredito que as refeições devem ser um momento de prazer e partilha, uma experiência estimulante e que desperte os nossos sentidos.

Comer produtos frescos e bem convencionados no dia-a-dia sempre foi uma preocupação. Criei então o meu leque de receitas. Após muitas experiências e tentativas, sucessos vários e falhanços q.b., reuni receitas com excelente combinações, texturas e benefícios nutricionais.

Amigos e familiares ficam consecutivamente surpreendidos e curiosos com as refeições que preparo ao meu rebento, em virtude do evidente deleite, alegria e atenção que lhes dedica.

Algumas das minhas receitas estão disponíveis no blog. Quero poder partilhar todas as outras que ainda aí não estão, e ajudar jovens mães desorientadas e intimidadas com o que dar aos filhos.
Posso ajudá-la desde a elaboração da simples lista do supermercado, com os essenciais a ter sempre em casa, até ao plano semanal de refeições; Partilhar dicas e truques para levar a criançada a provar coisas novas e diferentes do que estão habituadas; Também tenho várias receitas para momentos em família para pequenos e graúdos e ocasiões especiais.

As minhas receitas não são de todo dispendiosas ou de preparação demorada_ também eu compreendo (e sinto) como o tempo e o orçamento são cruciais.

O mais importante é darmos aos nossos filhos as ferramentas necessárias para o desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis e uma boa relação com a mesa.

Convido-a a dar uma vista de olhos no blog, ou envie-me já um email diretamente. Terei todo o gosto e prazer em partilhar consigo os meus conhecimentos e experiência profissional.

Até breve!

Joana

Super Foods - Maybe the futur medicines




Monday was shopping day, meaning it was time to get certain products which are becoming more common in many people`s pantry (and thankfully). They are not as cheap as we'd like them to be (except Oats) but for me they are well worth the investment (you cut down some other expenses and you can be able to spend in other, is my suggestion).


As it is visible in the picture, I bought Quinoa, Oats (the ground version), a mix of seeds and dehydrated goji berries (its cheaper to buy these seeds packs), almond butter and hopefully i will get some more things during my trip to Portugal by Sementinha.
Here at home, these products are a common thing on our daily food intake (mother, father and little one).

As soon as i finished my little shopping I came up with the idea to talk here a bit about Super Foods. And why?

Well, keep reading and you will find out.

When we worry about having an healthy diet and research for information, the term "super foods" appears to us practically everywhere, right?

Nutritionists and Food Industry use this term to describe foods that have a potentially positive effect on our health, beyond basic nutrition.

And we can say that all foods are functional as they all provide varying amounts of nutrients to support vital processes of our body, right?


Yes, it is true, however, super foods are generally designated as such because they offer additional benefits that affect one or more functions of our body for better health and well-being and / or reduce the risk of some diseases.


Researches show that the ideal diet is one that is varied in fruits, vegetables, whole grains, legumes, nuts and healthy animal products (fish, meat, eggs and some dairy products). However we should be aware that each person has an individual metabolism and all will depended on the model diet (eating routine, if you prefer) followed.


I leave down a little list of some super foods that are not only easy to find, as really tasty, versatile in their possible combinations and simple to introduce into our daily routine.

I'm not saying that these products are, by themselves miraculous, but if combined with an healthy lifestyle (regular physical exercise, active mind, a positive attitude and a balanced diet) i believe they can and will save us money in medical bills, pharmacy, prevent diseases and tears.


- Avocado, apple, banana, berries, coconut and pomegranate.

- Sweet Potato and Pumpkin

- Broccoli, Spinach and Kale (and green leaf)

- Egg, wild Oily Fish

- Cinnamon, Ginger

- Nuts, Oats, Quinoa

- Flax seeds, Chia, Poppy, Sunflower, Sesame

Tuesday, February 10, 2015

Alimentos Funcionais - Os medicamentos do futuro? Talvez...

 
 
Na segunda-feira foi dia para fazer umas comprinhas de certos produtos que vêm se tornando mais comuns na rotina alimentar de muitas pessoas (e ainda bem), que ainda não são tão baratinhos quanto gostaríamos (à excepção da Aveia que é bem baratinha) mas que valem bastante o investimento (retira-se de um lado ara se poder gastar noutros, é a minha sugestão).
 
Como é visível na fotografia, comprei Quinoa, Aveia já moída (boa para usar em substituição de farinha com glúten), um mix de sementes e bagas goji desidratas (fica mais baratinho comprar estes packs de sementes), manteiga de amêndoa e espero obter mais umas coisinhas agora na minha viagem a Portugal através da Sementinha.
 
Estes produtos fazem parte da alimentação diária cá em casa (mãe, pai e rebento).
 
Foi então cm as compras na mão que me surgiu a ideia de falar aqui um pouco sobre Alimentos Funcionais (dado que todos os listados na foto o são). E porquê?
 
Ora leiam o resto do post e perceberão.
 
Quando nos preocupamos em ter uma alimentação saudável e pesquisamos para obter mais informação, a expressão "alimentos funcionais" aparece-nos um pouco por todo o lado, certo?

Nutricionistas e a Industria Alimentar usam este termo para descrever os alimentos que têm um efeito potencialmente positivo sobre nossa saúde, além da nutrição básica.

E agora podemos dizer que todos os alimentos são funcionais já que todos eles fornecem quantidades variadas de nutrientes para apoiar processos vitais do nosso organismo, certo?
 
Sim, é verdade, no entanto, os alimentos funcionais são geralmente designados como tal pois oferecem benefícios adicionais que afectam uma ou mais funçóes viatis do nosso organismo de forma relevante para uma melhor saúde e bem-estar e / ou redução do risco de algumas doenças. É que
novas pesquisas vêm sendo feitas e divulgam dados que provam que aqueles alimentos que sempre nos disseram que faziam bem como fruta, vegetais, cereias ou oleogenosas são ainda mais poderosos do que inicialmente se pensava.
 
As pesquisas mostram que a dieta ideal é aquela que é, em grande parte, variedade em frutas, vegetais, cereais integrais, leguminosas, frutos secos e produtos animais saudáveis (peixe, carne, ovos e alguns produtos lácteos). Contudo devemos estar cientes de que cada um tem um metabolismo individual e por isso reage de maneira diferente dependente do modelo de dieta(rotina alimentar, se preferirem) seguido.

Deixo em baixo uma listinha de alguns produtos apelidados de alimentos funcionais que são, não apenas fáceis de encontrar, como realmente saborosos, versáteis nas suas combinações possíveis e simples de introduzir na nossa rotina diária .

Eu não estou a dizer que este tipo de produtos são por si só milagrosos, mas se combinados com um estilo de vida saudável ( regular prática de exercício físico, mente ativa, uma atitude positiva e uma dieta equilibrada e individual) acredito que podem fazer-nos poupar dinheiro no futuro em contas de médicos, farmácia, prevenir doenças e lágrimas.


- Abacate, maçã, banana, bagas, coco e romã.

- Batata-doce e Abóbora

- Brócolos, Espinafre e Couve (folha bem verde)

- Ovo, Peixes-gordos 8criados no seu ambiente selvagem)

- Canela, Gengibre

. Oleogenosas (amêndoas, nozes, caju, castanha do Pará), Aveia, Quinoa
 
Sementes de Linhaça, Chia, Papoila, Girassol, Sésamo
 
 

My Pasta Bake - a good family friend meal to deal with some ingredients.



Good Tuesday everyone:-) I'm just about to travel to Portugal but I must share with you an easy recipe that helped me dealing with some ingredients that were almost "lost" in the fridge and pantry.

As it is my habit on the blog this is another family recipe, simple, economic and versatile (as you can play as you like with ingredients).

In this case:

Ingredients (5 portions)

- 300g wholegrain penne
- 2 cups of sliced mushrooms
- 2 cups of Broccoli
- 1 Large onion, chopped
- 2 cloves of crushed garlic, keep the skin
- 2 medium chicken breasts cut into cubes
- 2 cups tomato sauce
- 1 to 2 cups of grated cheese of your choice (mozzarella, Cheddar,etc)
- sesame seeds to taste
- olives to taste
- salt and black pepper
- thyme to taste
- olive oil to taste

Preparation:

Preheat the oven at 180ºC.

Cook the pasta in boiling water (some salt in) until al dente.

Use the same water and blanch the broccoli for about 3 minutes.

The tomato sauce should be done before and stored in the fridge or can also be purchased but watch out for the labeling (avoid the ones with too much salt and preservatives).

If you want to make your own tomato sauce,check the recipe at the bottom of this post and that will take at least 30 minutes.

While the pasta and broccoli are cooking you can chop the onion, crush the garlic and in a pan with a drizzle of olive oil sauté the onion in first for about 3 minutes, on medium heat. Then add the two cloves of garlic, climbs up the heat and follow up with the sliced mushrooms, season with a little salt, pepper and some fresh or dried thyme. Stir-frying for about 3 minutes. Put this mixture aside.


Use the same pan, add a little more of olive oil and cook the chicken (cut into cubes of 1 cm), add some more thyme, salt, pepper and saute for about 4 minutes.

After all is cooked (pasta, broccoli, mushrooms and chicken) get a bowl and add all these ingredients, toss them well, add the tomato sauce, olives, sesame seeds and put in a oven tray.

Finish with some cheese.

Bake for 10 to 15 minutes and its all ready to be devoured.


Tomato Sauce

In a pan add a little olive oil, let it heat up, put in a very finely chopped onion, 3 crushed garlic cloves with skin (remove before blending it), and saute until onions are translucent, add 3 tins of peeled tomatoes, 1tbsp of brown sugar, stir well, lower the heat, add some basil leaves (1/2 cup) and cook until you get a creamier consistency.

Season with salt and black pepper, remove the garlic cloves and use a food processor to blend it.

Can be stored in the cold for 1 week.

Pasta no Forno

 
 
Boa terça-feira para todos:-) Estou quase, quase a viajar para terras Lusas mas não posso deixar de partilhar com vocês uma receita fácil e que me ajudou muito a lidar com alguns dos ingredientes que precisavam ser consumidos antes de viajar, já que não suporto a ideia de colocar no lixo.
 
Aquilo que em bom inglês se designa de Pasta Bake, Pasta no forno.
 
Como já é meu hábito aqui no blog esta é mais uma receita familiar, simples, económica e bastante versátil no que aos ingredientes diz respeito, dado que podemos brincar com quase tudo quanto tenhamos no frigorifico e na despensa.
 
Neste caso:
 
Ingredientes (5porções)
 
- 300g penne integral
-2chávenas de cogumelos fatiados (frescos de preferência mas de lata se bem escorridos também não há problema)
-2chávenas de brócolos
-1 cebola grande picada
-2dentes de alho esmagados mas com a camisa (casca)
- 2 peitos de frango médios cortados em cubos
- 2 chávenas de molho de tomate
-1 a 2 chávenas de queijo ralado da sua preferência (mozzarella, Cheddar, São Jorge)
-sementes de sésamo a gosto
-azeitonas a gosto
-sal e pimenta-preta
-tomilho a gosto
-azeite a gosto
 
Preparação.
 
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
 
Cozer a pasta (penne integral) em água com sal até al dente.
 
Aproveitar a mesma água e escaldar os brócolos por uns 3 minutos.
 
O molho de tomate deve ser feito antes e guardado no frio, pode também ser comprado mas cuidado com a rotulagem para que não contenha muito sal e conservantes.
 
A fazer demorará  cerca de 30 minutos (receita segue abaixo).
 
 Enquanto a pasta coze, pica-se a cebola, esmagam-se os dentes de  alho, fatiam-se os cogumelos e numa frigideira com um pouco de azeite salteia-se primeiro a cebola por uns 3 minutos em lume médio, adicionam-se os dois dentes de alho, sobe-se o lume e seguem-se os cogumelos, temperar com um pouco de sal, a pimenta e um pouco de tomilho fresco ou seco. Saltear por cerca de 3 minutos. Colocar esta mistura de lado.
 
Na mesma frigideira, um pouco mais de azeite e cozinha-se o frango (cortar em cubos de 1cm), adicionar mais algum tomilho, sal, pimenta e saltear por cerca de 4 minutos.
 
Depois de tudo cozinhado (pasta, brócolos, cogumelos e frango) pegar numa taça e juntar todos estes ingredientes, envolvê-los bem, juntar o molho de tomate, as azeitonas, as sementes de sésamo e dispor numa travessa de ir ao forno.
 
Finalizar  com o queijo.
 
Forno por 10 a 15 minutos e está prontinho a ser devorado.
 
 
Molhe de Tomate
 Numa panela ou acho adicionar um fio de azeite, deixar aquecer, colocar dentro uma cebola bem picadinha, 3 dentes de alho esmagados e com a camisa (retirar antes de triturar), refogar bem até a cebola estar translúcida, adicionar 3 latas de tomate pelado sem sementes, 1csp de açúcar demerara ou do branco, mexer bem, baixar o lume (médio-baixo), algumas folhas de manjericão (1/2chávena) e deixar cozinhar até reduzir um pouco e a consistência estar mais cremosa.
Temperar com sal e pimenta-preta, retirar os dentes de alho e  triturar com a varinha. Passar por um passador de rede (opcional).
 Pode-se guardar no frio por 1 semana se bem tapado.

Friday, February 06, 2015

Fish and Vegetables two enemies for most of children, right? Food education can be the solution.


This is one of those dishes that makes me very proud of all the work I have done with Edu in terms of his diet.

Fish and vegetables (clearly visible and al dente) are two things that children like the least and most try to avoid, correct?

Well, since I started to introduce solid food in Edu`s diet (around 4 months and a half) vegetables and fish did not take long to be introduced.

As I already explained here before, vegetables were presented to him initially in soups, such as fish, and as teeth appear, Iwent  from soups to purees with more and larger pieces of vegetables, fish, meat, etc.

And so we have reached this point: Edu has 6 teeth and can now eat almost everything cut into small pieces.

According to my experience so far and some conversations with other mums, I come to a conclusion, it is up to us parents / caregivers to educate our little ones to eat everything. If they do not like the first time, try it other day, change the type of presentation, texture, seasoning, combinations ... but do not give up.

Edu does not appreciate salmon, ok, instead I give him wild trout that contains all the same benefits as salmon (wild as well).

He doesn't eat anything at all when surrounded by many people (gets very busy and just wants to play and play), I try to move him to a quieter place and then give him his meal..

I believe, and I apologize to those who disagree, but it's all a matter of patience, creativity,  showing that we are also eating the same as them and explaining to them how important for their growth the food is.
Try to be positive about it and don't give negative explanations such as -"unless you eat the vegetables you will not receive dessert,".

And briefly, what you can see in the picture is: roasted trout, accompanied with a couscous of vegetables and mushrooms (cut into small pieces and stir-fry) and pumpkin seeds.