Friday, January 30, 2015

Barras de cereais 3 vezes mais apetecíveis (sem lactose, glúten ou açúcar refinado)


Eu já fiz barras de cereais n vezes cá em casa, porque são fáceis de fazer, bastante flexiveis a diferentes combinações e resultam muito bem enquanto lanchinho para levar para o trabalho ou para a escola das crianças.

As receitas base para a confecção destas barras de cereais (flapjack em UK) levam na sua composição açúcar refinado ou mel. Como eu gosto de evitar o açúcar refinado ao máximo nas receitas que elaboro para a criançada, prefiro ou usar a fruta como elemento doce por si só ou então outros adoçantes naturais como o Agave, a Stevia ou o Açúcar de Coco que possuem índices glicémicos mais baixos que o Açúcar refinado.

Nesta receita acabei por usar um pouco de agave para acrescentar alguma doçura, mas fica ao vosso critério. O mel também pode ser usado, mas este contém um índice glicémico superior ao do Agave.

Nas receita base também se usa manteiga mas nesta resolvi não usar lactose e a manteiga de amêndoa é uma óptima substituta.

Eu vou deixar aqui o link para o outro post com a outra receita que já havia aqui postado e de seguida passo esta variação e adaptação à forma que usei.

Ora bem, eu usei uma daquelas formas de bolo Inglês, rectangular, que é excelente para cortar depois de frio.

Ingredientes:
-150g Manteiga de amêndoa
- 200g Tâmaras secas
-3csp. água
-100g frutos secos picados (nozes, amêndoas, castanha do pará, etc)
-100g Damascos secos picados
-2csp de Agave
-1cch. Canela
-raspa de 1 laranja
-225g Gluten Free Oats

Preparação:
- Pré-aqueça o forno a 180C.

- Coloque as tâmaras e água num processador de alimentos e misture até ficar homogéneo.

- Derreta, em lume baixo, a manteiga de amêndoa numa panela, adicione o puré de tâmaras e todos os outros ingredientes.

-Misturar bem com uma colher de pau.

- Numa forma (usei a do bolo Ingês) já forrada com papel manteiga coloque esta mistura e pressione para que fique bem compacta.Use as mãoes ligeiramente molhadas para ajudar no pocesso.

- Cozinhe cerca de 20 a 25m.

- Retire do forno e deixe arrefecer por 10 minutos na forma sobre uma rede.

- Retire cuidadosamente da forma, de seguida remova o papel e corte com uma faca de cortar pão (com serrilha), pois ajuda a não esfarelar.


Opções de sabores: canela e raspas de limão; Mix de frutas secas e raspas de laranja; Apenas Nuts; Escuras pepitas de chocolate Preto; Nozes e coco ralado, etc.

Thursday, January 29, 2015

We all need a good dose of inspiration ...

 
We all need a good dose of inspiration for our creations, right? And I am not different and from time to time I look to our book shelves and choose a few books and I' flip them  through page by page, taking notes for future creations in the kitchen.
 

Right now my house is so chaotic, you don´t have any idea, because we are moving house really soon and while packing the vast majority of our books, these four seemed to me, well suited to my current mood and i`m enjoying to immerse in these inspiring books.

Porque todos nós precisamos de alguma inspiração


 Todos nós necessitamos de uma boa dose de inspiração para as nossas criações, certo? E eu não fujo à regra e de vez em quando lá vou percorrer as prateleiras onde guardamos os livros cá em casa, escolho uns quantos e vou folheando página por pagina, colocando marcadores e tomando notas para futuras investidas na cozinha.

Neste momento tenho a casa num caos, dado que uma mudança de casa se aproxima e foi até engraçado que enquanto guardava a grande maioria dos livros em caixas estes 4 pareceram-me bem indicados para o meu estado de alma atual e é neles que tenho mergulhado nos últimos dias.

Wednesday, January 28, 2015

A healthy version of Fish Goujons



There are recipes that always remind us of our childhood and these fish goujons are an example of that, at least for me.

I remember my mother cooking it maybe twice a month and making a tomato or carrot rice to have with. I loved this simple recipe..

And because sometimes I like to be a bit melancholic in the kitchen and at some time pull my recipes for a healthier side, I decided to give this childhood memory a new face.


So, instead of frying I decided to bake them in the oven, I used a whole-meal flour for the coating and fresh breadcrumbs (made with whole grain bread), but you could also use a gluten-free flour and breadcrumbs.


Me and Edu had these goujons with hummus that I love and a mix of roast vegetables (aubergine, courgette and bell-peppers)


These are things that all children like because they can grab easily with their hands, dip in the sauce and have some fun.

So, here is my recipe.


Ingredients (for 2 people):

- 2 hake portions (medium-large)

- 1 cup of whole meal flour (you can use gluten free)

- 2 medium eggs

- 1 cup of whole-meal bread crumbs (use a food processor)

- Salt to taste

- black pepper to taste



Preparation:

Preheat the oven to 180ºC.
 
Usually we use frozen hake and therefore we must ensure the fish is really well dried to not compromise the consistency after the oven.

So, use some kitchen roll to dry it.
Place the flour in a bowl and season l with some salt and pepper.

In another bowl beat the two eggs and in a third bowl place the bread crumbs also seasoned with salt and pepper.

I choose to cut the filets into three pieces each.

Pass each piece first in flour, then in egg (drain well) and then in the breadcrumbs.

Place on a oven tray lined with parchment paper and bake until all the pieces are with a beautiful golden colour..

Then serve it warm with a gorgeous hummus and a fresh salad or as I did, roast vegetables (aubergine, courgette and peppers).

Os célebres filetes panados - numa versão mais saudável


Existem petiscos que nos recordam a infância e estes filetes de pescada panados são um exemplo de tal, pelo menos para mim.

Recordo-me da minha mãe os fazer talvez duas vezes por mês, acompanhados com arroz e de os temperar no fim com sumo de limão. Eu adorava tal simples petisco.

E como eu gosto de ser prática na cozinha e ao mesmotempo puxar as minhas receitas para um lado mais saudável, resolvi pegar neste petisco e dar-lhe uma cara mais light e saudável.

Ou seja, em vez de fritar, assei no forno, usei uma farinha integral para os panar e decidi usar pão ralado fresco (feito com pão integral e semntes), mas daria também para usar somente a farinha e o ovo (farinha sem glúten pode tamém ser usada).

Acompanhei estes filetes panados com hummus que eu adoro e uma saladinha de vegeatis assados no forno (courgete, beringela e pimentos).

São coisas que aas crianças gostam pois podem pegar com a mão, passar no dip e lambuszrem-se à vontade.



Vou dar então à minha receita.

Ingredientes (para 2 pessoas):
- 2 filetes de pescada (médio-grande)
- 1 xícaraa de farinha integral (pode usar a sem glúten)
- 2 ovos médios
- 1 xícara de pão ralado integral (usar um robot de cozinha para ralar)
- sal a gosto
-pimenta-preta a gosto
 

Preparação:
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Normalmente usamos pescada congelada e portanto, temos de nos assegurar que os filetes estão bem secos para não comprometerem a consistência depois no forno (para não largarem água).
Portanto, seque os filetes com ajuda de rolo de cozinha.
Coloque numa taça a farinha integral temperada com sal e pimenta.
Noutra taça bata os dois ovos e numa terceira taça o pão ralado fresco também temperado com sal e pimenta.
Eu optei por cortar os filetes de pscada em três pedaços mais peuenos obtendo assim 6 pedacinhos..
Passar cada pedaço primeiro na farinha, depois no ovo (escorrer bem) e depois no pão ralado.
Colocar num tabuleiro de ir ao forno forrado com papel mantega e levar ao forno até que todos os pedaços estejam com um belo tom dourado.
Servir então bem quentinho e acompanhado com o tal hummus (puré de grão-de-bico, alho, sal, pimenta, sumo de limão, azeite e tahini) e uma saladinha de vegetais frescos e frios ou então como eu fiz, vegetais no forno (beringela, courgete e pimentos).

Monday, January 26, 2015

Be aware of how important is water for our children


Today I decided to write about the importance of water in children’s life. And why? Because my son (13 months) drinks plenty of water throughout the day and do it since his tender age of five months when he started weaning.

For many of my family and friends seeing Du drinking water so often and ask for it is a bit strange. However, and unfortunately, the vast majority of people drink only a little water and a little more during the hot days or physical activity.

Since my teen years, I have been growing the good habit of drinking 2 liters of water a day. Because for me is something so normal in my daily routine, I remember much more to offer water to my son than mothers or fathers who do not have this habit.

Definitely drinking water is a habit and children of mothers who drink plenty of water have a higher pre-disposition to order and drink more than the others.
We all, mothers, parents and / or caregivers should be well aware of the importance of water intake on the development of children.
Children, and from the moment they begin to have less breast milk or formula and more solids, should drink about 1 liter of water per day.
For many this amount may seem absurd, but if you think about it; children exude enough throughout the day and it is extremely important for their kidneys, bladder and bowel function. Also, a good water intake prevents constipation and skin, hair and nails problems (weakness).

So 2 good tips.
- adults (mum, dad or carers) increase your water intake (try your best) and it is will be easier remember to offer children
-these mugs that the photo shows, which are suitable for small children, help them to identify that as something that belongs exclusively to them

This is another good habit to enter from an early age and that of course will be for life.

1 litro por dia - nem sabe o bem que lhes fazia.



Hoje resolvi falar um pouco sobre a importância da água na via dos mais pequenos. E porquê? Porque o meu filhotte (13 meses) bebe bastante água ao longo do dia e fá-lo dede os seus tenros 5 meses quando o iniciei nos sólidos ( aquilo que em inglês se designa de weaning).

Para muitos dos meus familiares e amigos ver o Du beber e pedir tantas vezes água é-lhes muito estranho. Contudo, e infelizmente, a grande maioria das pessoas, bebe pouca água e somente se lembra mais de a ingerir durante os dias quentes ou na prática de actividade física.

Eu desde a adolescencia que cultivo o bom hábito de beber o mínino de 2 litros de água por dia, ou seja, eu lembro-me muito mais de lhe oferecer água do que mães ou pais que não têm este hábito.

Definitivamente beber água é um hábito e filhos de mães que ingerem bastante água têm uma maior pre-disposição para pedir e beber mais que os outros.

Todas nós mães, pais e/ou cuidadores devemos estar bem atentos à importância que a ingestão de água tem no desenvolvimento dos mais pequenos.
 
As crianças, e a partir do momento que começam a ingerir menos leite materno ou menos fórmula e mais comida “de gente”, devem beber por volta de 1 litro de água por dia.

Para muitos esta quantidade pode parecer um absurdo, mas se pensarmos bem; as crianças transpiram bastante ao longo do dia e meso de noite, é de extrema importància para o seu bom desenvolvimento que os rins, bexiga e intestino funcionem na plenitude, uma boa ingestão de água previne a prisão de ventre e pele, cabelo e unhas crescem de forma mais sólida.

Uma boa dica é tambéms os adultos aumentarem o seu consumo de água e assim é-lhes mais fácil lembrarem-se de ofereecr aos mais pequenos, outra sáo estas canecas que a foto ilustra, que são adequadas para crianças pequenas e que eles acabam por se familiarizar muito bem, dado que as têem como algo que lhes pertence em exclusivo.

Este é mais um bom hábito para introduzir desde tenra idade e que por certo lhes ficará para a vida.

Espero que tenham gostado..
Boa semana

Thursday, January 22, 2015

Banana, date and cocoa loaf (no sugar) - a healthy snack option

This is a recipe that I do fairly regularly at home when I want some kind of a sweet. Because I always have in my pantry all the necessary ingredients for this recipe and there is no refined sugar in it is an amazing healthy option no just for me, but also for children.

I bake this loaf for my son (Du – 13 months) exactly because there is no sugar besides the fructose, and I use whole grain flour that gives you a longer satiety,, as well as prevents a spike in blood sugar.

When cold, cut in slices, wrap each one in cling film and take out with you as a snack option to have in the morning or afternoon with an yogurt.



Ingredients (pound cake tin)
- 200g whole grain flour
- 1tsp baking soda
- 1tsp baking powder
- 1 tbsp cocoa powder
- 1 tbsp of ground flaxseeds
- 2 very ripe bananas (large)
- 150g dry dates
- 3 medium eggs
- 100g butter, softened
- Milk (room temperature)
-Optional -1 Or 2 tbsp of agave (if you really need more sweetness)

Method:

Preheat the oven to 180ºC.
 
In a blender or food processor place the bananas cut into small pieces, dates, butter and eggs. Beat well until we get a homogeneous paste. Pass this mixture into a bowl.
 
In another bowl mix the five dry ingredients, incorporating them well and set aside.
 
Gradually incorporate dry mix into de liquid one.
 
Finally, add a little milk to the mixture just to get a creamier consistency.
 
Place in greased tin and bake for 30 minutes or until cooked.

Bolo de Banana e Tâmaras (sem açúcar refinado) - uma opção saudável para um lanche


Esta é uma receita que faço com alguma regularidade aqui em casa quando me apetece um doce. Como tenho sempre na despensa todos os ingredientes necessários para a sua confeção e como não possuí açucar refinado trata-se de uma excelente opção de doce sem um valor calórico muito grande.

Resulta muito bem com crianças e eu faço para o Du exactamente por não ter açucar, a não ser o da fructose, e ser feito com farinha integral que lhe oferece uma saciedade mais prolongada,, assim como evita um pico de açúcar no sangue.

Bom para fazer, cortar depois de frio em fatias, embrulhar cada uma em pelicula aderente e ter como uma opção de lanche de mmíudos e graúdos da manhã ou da tarde acompanhado com um iogurte.

Vamos então à receita.

Ingredientes (forma de bolo inglês)
 
- 200g farinha integral (também resulta com farinha sem glúten aumentando o fermento)
- 1cch bicarbonato de soda
- 1cch fermento seco
- 1csp de cacao
- 1csp de sementes delinhaça moídas (já se encontra em spermercados)
- 2 bananas bem maduras (grandes)
- 150g tamaras (secas – dry dates)
- 3 ovos médios
- 100g de manteiga amolecida
- leite q.b. (temperatura ambiente)
-Opcional -1 ou 2 csp de agave para os mais gulosos.

Processo:
 
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
 
Num liquidificador ou robot de cozinha colocar as bananas cortadas em pedaços pequenos, as tamaras, a manteiga amolecida e os ovos. Dexar bater bem até obtermos uma pasta homógenea. Passar esta mistura para uma taça.
 
Numa outra taça misturar os cinco ingredientes secos, incorporá-los bem e reservar.
Aos poucos incorporar na mistura liquída os ingredientes secos, em 3 vezesindo mexendo bem entre cada adição.
 
Por fim, adicione um pouco de leite para que a mistura tenha uma consistència mais cremosa.
Colocar na forma previamente untada com manteiga e levar ao forno por 30 minutos ou até que cozido.

Tuesday, January 20, 2015

Uma falsa tarte.


Eu postei esta foto no Instagram há uns dias trás, mas só agora tenho tempo para aqui escrever e descrever (o Du encontra-se a dormir aqui ao lado).

Ora muito bem, esta é uma ideia bem simples, rápida e barata para um almoço ou jantar, que pode ser feita apenas para a criançada (com mais de 1 ano) e/ou para toda a família se usarmos uma forma maior e acompanharmos com uma bela e fresca salada.

Como escrevi no Instagram, eu inspirei-me numa rceita da culinarista Malu Lobo que participa com regularidade no programa brasileiro Você Bonita da TV Gazeta e que eu assito através do youtube. Malu é casada com um Nutrólogo (Dr. Roberto Navarro que dá “aulas” fantásticas sobre nutriçáo no mesmo programa) e que lhe dá toda uma bagagem de nutrição que ela transporta para as suas receitas. Ela procura que sejam low-carb, proteícas, pouco calóricas, mas bastante nutritivas e balanceadas.

Ora é exactamente isso que eu procuro fazer no meu dia-a-dia e passar tal para o meu petiz através do que lhe preparo.

Então vamos lá a uma descrição da receita e depois aos detalhes de processo.
 
Eu uso, tal como a Malu Lobo a designação de tarte, já que existe uma base que suporta outros ingredientes no topo. Mas esta e uma base sem massa, ou seja, sem a farinha, manteiga e ovo, em substituição temos ...frango. Sim, usamos frango moído e temperado como base da tarte. Obtemos então algo menos calórico, mais rápido de preparar e mais proteíco.
Quanto aos recheios, esses são quase uma demanda do que existir no frigorifico e na despensa e os gostos de quem a vai degustar.
 
Passemos entáo à ação.
 
Ingredientes (p/ 1 forma redonda de 20cm de diâmetro – 4porções)
 
- 2 peitos de frango (médio-grandes)
-2 dentes de alho
-1 cebola média
- sal e pimenta-preta a gosto
- azeite
- salsa picada a gosto
- 3csp de flocos de aveia (ou amaranto ou sementes de linhaça moída)

Preparação:
 
Colocar num processador/picador os peitos de frango já cortados em cubos e picar a carne. Transferir para uma taça.
 
Num sauté/frigideira cozinhar com um fio de azeite a cebola e o alho bem picados até translucidos (4minutos).
 
Adicionar ao frango moído sal, pimenta a aveia, salsa picada e a cebola e alho já cozinhados e misturar tudo muito bem.
 
Numa forma de tarte previamente untada com um fio de azeite (use um pincel para ajudar nesta tarefa) coloque esta mistura e comas máoes ligeuramente molhadas ou com recurso a uma espátula, preencha toda a base e rebordo com a mistura. Certifique-se que não há buraquinhos na base e que está bem homogénea.
 
Tem agora duas opçóes: ou leva já ao forno pré-aquecido a 170ºC por cerca de 8minutos e só posteriormente coloca o recheio e leva novamente ao forno. Obtendo assim uma base mais crocante. Ou coloca o recheio por cima e leva entáo tudo ao forno por 20m (ou até que o recheio esteja cozinhado).

Recheio – Ingredientes
 
Basicamente olhe para o que tem para gastar mais urgente e que combine bem umas coisas com as outras e faça um mix, usando sempre uma mistura de iogurte natural (bem mais saudável que as natas) e algum queijo (pode ser mozzarellaou flamengo ralado ou mesmo requeijáo) para assim obter cremosidade e ligar todso os ingredientes do recheio.

Eu acho bem simples e criativo, não acham?
 
Devo confessar qe gosto de receitas que me ajudam a usar certos ingredientes que necessitam de ter um final diferente e rápido