Friday, April 17, 2015

"Pastéis"de Quinoa e Batata-Doce - Hora de experimentar algo diferente e bem colorido.


Confesso que ando um pouco encantada pelo mundo da Ella Woodward, nomeadamente pelo tipo de dieta alimentar que segue, como que de um medicamento se tratasse.
Para saber mais sobre como tudo começou na sua vida clique aqui. Creio que vai gostar de saber como tudo começou na sua vida.

Ela segue então uma dieta vegan, sem glúten, açucar refinado, soja e evita o milho. Já lançou dois livro e eu adquiri recentemente o Delicioully Ella, que conta com imensas receitas adequeadas ás mais diversas refeições que podemos ter, feitas com ingredientes de primeira, cheias de sabor e mega nutritivas.

Esta receita que vos trago hoje é dela (sou defensora de darmos crédito a quem o merece), no livro são designadas de fritters de batata-doce e quinoa, realmente saboroas, feitas com ingredientes que nos deixam saciados e bem nutridos.

Eu indico estes pastéisinhos (nem sei bem como tradizir fritters, peço desculpa) para uma refeição familiar, para que todos experimentem algo novo, podendo ser o acompanhamento de uma carne grelhada ou mesmo assada e uma salinha fresca (lembrem-se que os nossos filhos tendem a imitar-nos em tudo quanto fazemos e, claro, comemos).



Eu fiz pequenas alterações de acordo com o meu paladar.

Receita sem glúten, lactose ou ovos (deixo indicações para a substituição de produtos).

Ingredientes (serve 8):
-1batata doce (das grandes)
-1/2 chávena de quinoa
- sumo de 1 limão
-4csp manteiga de amêndoa (ou tahini – pasta de sésamo, ou mesmo manteiga normal)
- 2csp puré de tomate (polpa de tomate orgânica)
- 5csp farinha de trigo sarraceno ou de arroz integral (ou uma outra farinha sem glúten)
-2cch cominhos
-azeite
-sal e pimenta-preta , a gosto
- sementes de sésamo para polvilhar

Preparação:
Forno a 180ºC.

Assar a batata dpoce no forno, com a pele, até que esta esteja molinha (dar alguns golpes na batata para minimizar o tempo de cozedura).

Enquanto isso, pode cozinhar a quinoa. Antes, devemos lavá-la bem para retirar-lhe aquele travo ligeiramente acre que pode ter quando não lavada. Depois, colocar uma panelinha ao lume, juntar então a quinoa e duas medidas de água (1/2 chávena de quinoa para 1 de água), com umas gotas de sumo de limão. Deixar levantar fervura e depois baixar o lume e deixar fervilhar por 10 minutos. 

Desligar, tapar e deixar assim por mais 5 minutos. Destapar e soltar a quinoa com um garfo.
Assim que a batata-doce estiver cozinhada, pelar e:

-colocar num processador de alimentos, com o sumo de limão, a manteiga de amêndoa, o puré e tomate, a farinha, e os temperos e misturar até se obter uma mistura homógenea.
Depois, passar para uma taça e a esta mistura adicionar a quinoa.
Ou
- usar um passe-vite ou algo que ajude a esmagar bem a batata-doce. Depois adicionar todos os restantes ingredientes (à excepção da quinoa) e envolver bem com uma colher. Assim que bem homogénea adicionar a qiuinoa também.

Forrar um tabuleiro com papel vegetal e, com as mãos ligeiramente molhdas ou com ajuda de uma colher bem grande, dispôr a mistura num formato circular.

Colocar sementes de sésamo no topo e levar agora ao forno por 20 minutos.

Pode mesmo fazer a mais e guardar no frigorífico e usar noutras refeiçõe, simplesmente aquecendo no microondas.


2 comments:

Ovelha Negra said...

Já fiz hambúrgueres de batata doce e quinoa, e o que mais me agradou foi o paladar e a textura mais cremosa.
Tenho tanto que experimentar tahini, anda na minha whishlist culinária à demasiado tempo; e já estou a imaginar uns burguers de grão com ela ;)
A Cozinha da Ovelha Negra

Joana Junqueira said...

Uau, um mix de hummus e hamburguer....parece-me um winner:)
Experimente fazer tahini em casa, não deve ser muito complicado, talvez torrar ligeiramente as sementes primeiro e depois bater num bom processador...digo eu. Vou investigarcá em casa e logo conto.
Um abraço.